terça-feira, 1 de agosto de 2017

(Des)compassos



As linhas se entrecortaram aqui dentro
Desfazem os nós antigos
Os diversos caminhos já trilhados
Crio espinhos afiados 
Que crescem na carne
E na confusão dos sentidos 
Espalham sentimentos 
Sujando de rubro cada pedaço
Cada destroço jogado ao chão
Todas as minhas vias sumiram
As minhas certezas
As âncoras que me sustentavam, enfim
E sobra a angústia
A fina e pesada angústia
Com seu jeito desatino de me parar
De me fazer correr
Com esses sentidos ainda confusos
Os pedaços destroçados,
Distribuídos em cada espaço 
A cada passo dado
E me faz ser mais inteira
Menos estanque
Arrancando as raízes
Escorando-se nos (des)compassos.

G.MOON

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Just another day...

Oh, eu aceitaria umas duas ou três Ou outras maneiras de viver Mas hoje eu não vou ser tão dura comigo mesma Eu vou caminhar so...