quarta-feira, 30 de julho de 2014

- "Choques..."












Estou totalmente sem ideias para post's, afinal, como já disse trocentas vezes, perto das provas já. Fico cansada, sem ideias e criatividade. Hoje, que eu tirei um tempinho para assistir DMMd e Love Stage, dar umas risadas, vê personagens lindos sempre acalma, né? 


Chatiadíssima, eu acho que perdi metade do meu projeto N.D... Passei um tempo com ele parado,sem escrever, agora o arquivo que estava salvo não quer abrir :(  Fiz com tanto carinho :( E, acho que não vou ter tempo de repor o que eu perdi :( Porém... Estou feliz que só faltam algumas linhas para terminar G.R, estou penando nesse último capítulo. Um livro, projeto, sei lá.É algo que eu amo. 




Não sei, estou me sentindo um pouco estranha esses dias. Com dúvidas em relação a tantas coisas. As certezas da vida, o comportamento das pessoas ao meu redor, sobre meu comportamento, sobre "divino", sobre tudo. Gosto de ficar só, com meus pensamentos, mas tudo parece tão confuso de vez em quando, que dá um nó na minha mente. Mas, ainda aprecio MUITO estar sozinha. Sábado começam as provas, e eu preciso esvaziar minha mente, coisa que, na prática é impossível. Bate aquela vontade de sumir do mundo, sair por ai andando, sem rumo, sem ter hora pra voltar. Comprar tudo que ver pela frente, sair abraçando todos que conheço e gosto, ficar sozinha, o tempo inteiro. Afastar-me, estar perto. Não consigo lidar direito com essas minhas ideias tão divergentes. Uma hora é um sentimento, outra hora é outro. Tudo entra em choque. Esse blog tá muito patty, agora, já estou com vontade de mudar... Para o azul. Bom, vai permanecer assim mesmo. Nada, Nada, sou incompreendida e compreendida por mim mesmo. Ora sim, Ora não. Queria parar e sumir. Queria fugir e viver, sem mais nada para me incomodar. Só isso. Pareço aqueles românticos bobões falando. Nossa.


sábado, 26 de julho de 2014

" Podemos recomeçar..."












Eu te ouvi e você prosseguiu
Mantive meus olhos abertos
Meus ouvidos, atentos.
Estive mal, arruinado
Mas, sabe, aquilo tudo já se foi
Se as palavras que me dissera foram sinceras
Aceito-te, amo-te,
Mesmo que você não queira.
Nossos enlaces podem reacender
Tudo o que vivemos,
Pode ser redescoberto
Escancaro meus sentimentos
E cubro-te com eles
Para te salvar
De todo mal
Que ousa extirpar teu sorriso


Finalmente. Depois de meses, quase um ano, recebi algum sinal. Alguma resposta. E. era o que eu imaginava.  Estou disposta a recomeçar, mas, não depende apenas de mim... :)





sexta-feira, 25 de julho de 2014

- " Coisas da vida..."












Agora, ao som da minha Stef. Germanotta, e sua voz agradabilíssima em Fashion!, estou tentando afastar qualquer pensamento ruim ou malicioso. Sabe, quando você sabe que fez coisas erradas ou que você acreditar serem erradas e, simplesmente, quer esquecer? Pois bem, estou assim. 
Bom, mudando de assunto, estou cada vez mais próxima das provas e tenho que me preparar, apesar de que, em algumas matérias, eu estou bem relax. Não estou com muita criatividade para criar poemas, nem inspiração. Geralmente, é quando estou carregada de sentimentos e, preciso conversar um pouco comigo mesma.

Na verdade, o que eu estou precisando MESMO, é retomar os meus projetos. Faz dias, e mais dias, que não paro para sentar e escrever um pouco de G.R, N.D, e alguns perdidos. Sério, falta-me tempo. E, começo a me corroer por dentro por causa disso. Sinto muita, muita falta. É algo que me faz tão bem, conforta. Escrevo aqui no blog, poemas, trechos, mas... Escrever meus projetos é quase que sagrado, sabe. Parece doidera, mas é verdade. Era tão gostoso quando eu passava algumas horas da madrugada com meus caderninhos escrevendo escondido, rsrs. Agora, é só eu deitar na cama que já estou dormindo :P  Não tenho mais tempo nem mais para escrever fanfic's, e, quando tenho, sempre tem algo para me atrapalhar aqui em casa; movimentação, crianças, TV, pessoas transitando o tempo todo pelo espaço. Uma coisa que aprecio, e muito, é a calmaria e o silêncio. O barulho da cidade lá fora não me incomoda nem um pouco quando estou sozinha em casa escrevendo ou assistindo anime. :)

Então, Hoje, dia do escritor precisava canalizar minhas energias para palavras, mas, devidos às circunstâncias, não deu. Porém, pelo menos tinha que registrar aqui meu desejo: Vida longa a todos os escritores desse mundo, pois, através dos lindos universos criados por eles, fugimos desse mundo louco que enfrentamos todos os dias :) Palavras libertam! ( Eu que o diga! rsrs)




Fato desinteressante:
- Comecei com Fashion! e, terminei em Venus. Passando por Dope,  Mary Jane Holland e Applause enquanto escrevia esse post.



terça-feira, 22 de julho de 2014

- " Antigos olhos inocentes..."













Certos dias, sinto-me tão sujo
 O meu pudor,
A minha inocência
Se foi, assim que conheci o mundo
Tudo me foi apresentado
Numa avenida de luzes vermelhas
Onde a vida era escrita através da dor
Conheci pessoas ali;  
Silhuetas desfiguradas, 
Os fantasmas seguindo seus passos
E algumas máscaras,
Que sempre teimavam cair.
Eu não sabia de todo perigo
Era Menino dos olhos inocentes
Não sabia que os sentidos falhavam
E as tentativam seriam em vão
A avenida sempre pareceu tão estreita
Mas, tão amarga - tão vazia.
Minha caminhada sempre foi tão solitária
E, meus olhos, nunca voltaram,
À mesma pureza  de antes.

segunda-feira, 21 de julho de 2014

- "História inacabada..."




Ontem, enquanto olhava aquelas páginas, da nossa história incompleta, lembrei-me dos nossos antigos momentos. Foram felizes, tristes, fortes, carregados de sorrisos e uma união que eu sempre acreditei que iria sobreviver. Mas, como dizem, nada é para sempre. Apesar de sempre querermos o contrário, e - por mais que lutemos - sempre acabamos com um grande e funesta dor lá no fundo; bem lá no fundo. Dor que eu não mais sei como curar, sem que você esteja aqui. Pode parecer comum, banal - apenas para você. Essa história, gravemente reduzida, inacabada. Não quero que ela seja destruída ao pó, no vento. No tempo. Está gravada apenas naquelas páginas amareladas, que eu, em minha mania insistente, folheio com pesar.

As palavras, que eu sempre ouvia, soando em nossas tardes de domingo, de como parecia incrível toda nossa fraternidade.Era mentira? Ilusão? Eu, em minha inocência, acreditei ser verdade?
Eu espero, surto todos os dias, lá no âmago da minha alma, pela resposta que jamais consegui encontrar. E, sei que, jamais poderia achar por mim mesmo. Deve estar enterrada, fincada naquele seu sorriso torto da última vez que nos vimos, e, nas profundas lágrimas que você deve ter derramado durante a tempestade. 
Eu quis te curar. Eu tentei, mas você não permitiu. Só queria que nossa história pudesse ser escrita, reescrita, editada, mas, nunca apagada. 

Não sei mais onde você está, como está, ou se ainda se lembra do meu rosto. Só queria que estas palavras chegassem a você e te fizessem bem. 

----- x -----

Ontem foi o dia do amigo, e, acabei lembrando de um fato chato ocorrido ano passado... Mas, eu acredito que tenho bastante sorte de ter encontrado pessoas que podem realmente fechar lacuna aqui dentro de mim... 


domingo, 20 de julho de 2014

- Repaginada!


Repaginadas aqui? Acho que sempre! 
Estava cansada do cinza, e queria algo mais doce e fofo. Usagi e Misaki fizeram isso por mim ali no canto e essa cor lilás me passa um ar de tranquilidade. Eu tenho apego a certas cores... Porém, até nas cores eu sou meio contraditória.  Gosto muito de cores pasteis, principalmente, verde, azul, marrom, rosa ou roxo, como posto algumas vezes aqui no blog. Porém, amo tons fortes, tipo vinho, preto ( minha cor favorita ), violeta, e também amo o cinza, que eu chamo de cor morta. Às vezes eu acho que meu gosto de cores vai do meu humor... Quando estou mais triste, Gosto de cores mais pesadas... Quando me sinto mais tranquila, cores neutras, que transbordam paz... Soa clichê, mas comigo é bem assim.

Agora mesmo, como estou um pouco em paz, quero botar o blog de lilás. A cor do equilíbrio... Eu acho que cores são meio que místicas, por isso que às vezes insiro algumas nos meus poemas, para representarem sentimentos.  Odeio cores chamativas, tipo laranja, amarelo ovo, verde neon... Não combinam nem um pouco comigo e ferem minha visão.  A minha personalidade pede cores neutras e pesadas, pois eu sou assim. Entre extremos.  Mas isso é o que eu chamo de... hm... Adolescência. Se bem que, estou saindo dessa fase. Ano que vem farei 18 anos e... Terei que me preparar para seguir um rumo só e sair dos extremos. Estou tentando isso agora, e talvez, dê certo, né? Sempre podemos recomeçar.
 Daqui há duas semanas, começarão as provas, estou meio ansiosa, principalmente para Biologia, mas quero estudar, me concentrar e seguir em frente, pois, pensar só na negatividade não faz bem, apesar de minha cabeça ir pelo caminho contrário.

Fiz uma nova Ass, não tão decente, mas está mais bonitinha ♥


quinta-feira, 17 de julho de 2014

"Voltas..."


Às vezes, quando me pego
Pensando sobre mim.
Sobre esse eu,
Que nada merece,
A não ser um belo tapa no rosto
E um choque verdadeiro para vida
Escrevo sobre destino
Penso sobre rotas
Mas, minha vida, 
- Sempre para no mesmo ponto
Círculos, voltas em círculos
Do que adiantam palavras
Do que adianta minha voz
Se tudo que eu permito fazer
É ficar.
Ficar e não pestanejar
Vendo tudo ir embora, como brisa.
Sinto que estou calmo
Mas, algo às vezes grita aqui dentro
Espero fugir
-Só que, Nada acontece.
Talvez um dia, talvez nunca
Eu saia desse lugar
Falta apenas um pingo de coragem
Que eu não ouso declarar.

----- x ------

ÀS vezes eu mesmo me rebato. E, isso é até bom.
Não vou usar mais assinatura, até fazer uma nova e decente. 

" Sobre horizontes..."



Não carregue suas falhas
Apenas use-as para sua glória
Não remexa nas causas perdidas
Quando tudo que se vai 
- é o sinal de não deveria nos ocupar
Reescreva suas aflições
Edite aquilo que te pune
Nesta carta, sempre reescrita
Não se deve haver lamúrias
Os caminhos devem estar à fronte
Marcados pela visão de norte
- Sobre horizontes:
Onde sonhas gostam de se esconder
E nos desafiar.

----- x -----

- Por que quando eu fico preocupada, aflita, nervosa, a escrita me acalma tanto? Faz cinco dias que não escrevo aqui (falta de tempo) e, parece que foi mais de um mês. E, agora, isso me deixou tão mais calma... Adoro. Esqueci totalmente do aniversário do blog ( 14/07/2014 ), e estou me sentindo uma traidora... A escola não está tão "apertada", mas preciso estudar, me concentrar e nem sempre consigo com a movimentação aqui em casa...  Estou com vontade de postar uns cabeludos lindos que achei no Tumblr, talvez depois.
Pelo menos, mesmo com toda aflição que estou sentindo now, tenho meus Love Stage e Free que me acalmaram hj *-* E, ainda vou assistir Kuroshitsuji... Não tem terapia melhor *-*



sábado, 12 de julho de 2014

- Animes de Julho! *-*


Então!! Como disse antes, eu ia falar um pouco sobre minhas impressões dos 5 animes que eu vou acompanhar nessa temporada! Eu estava tão animada, contando os dias para chegar o dia de rever Free, SAO e Kuroshitsuji, finalmente ver Love Stage em anime, ter uma pitadinha de DRAMAtical Murder (mesmo sem Yaoi *chora*) e agora que chegou a hora, estou aproveitando o máximo dessas delícias ♥

Antes de qualquer coisa. Deixe o Rin te seduzir.

1. DRAMAtical Murder.


Sobre essa estreia não tenho muito o que dizer... Foi razoável. Nunca joguei a Visual novel ( *chora* ), então não tenho muita ideia se foi fiel ao jogo ou se saiu uma merda em relação a ele. Mas, eu gostei de alguns personagens, como o Aoba (delicinha) e o Koujaku. E o traço não está tão feio. '-'

2. Love Stage

Bom, o que posso dizer sobre Love Stage? 
Na minha lista de mangá favoritos, acompanho essa maravilha desde o ano passado, e posso dizer que não me arrependo nem um pouco de gastar tempo lendo cada capítulo desse mangá! Quando soube que ganharia anime.... Nossa! Explodi de tanta felicidade. E, ao ver o primeiro episódio... Putz! Quase chorei! (sério!). Foi tão divertido, o traço lindo, fiel ao mangá, os personagens do jeitinho que eu sempre imaginei... 

O trap lindo do Izumi todo engraçadinho, o fofo do Ryouma, a família maluca Sena, tudo tão leve e gostoso de assistir! Só encontrei um defeito no episódio que foi a voz do Shougo... Mas, perdoo porque é a voz do cantor DAIGO,  irmão de uma das autoras do mangá... O personagem é inspirado nele...

3. Free! Eternal Summer.



Ahh! Eu estava com tanta saudade dos meus sarados nadadores gays *-* Espero desde setembro do ano passado a chegada da segunda temporada e finalmente ela está aí! Com mais fanservice do que nunca! ( Assim que eu gosto ♥) O primeiro episódio foi bem legal e logo nos trouxe um novo personagem, o Yamazaki Sousuke (totoso)  que promete abalar a relação dos meninos *-* Espero pelo menos ter um beijinho nessa temp. né haha.


Eu shippo bastante Rin x Haru. Nunca curti muito o Makoto, acho ele bastante sem-sal. Mas, com a chegada do Sousuke... Nossa... Rin x Sousuke parece tão interessante *-* 

4. Kuroshitsuji: Book of Circus.


Certa vez eu baixei o mangá de Kuroshitsuji, porém, como minha preguiça falou mais alto, Eu deixei de lado e não li ( :p) Porém, agora ganhei uma temporada ( de apenas 10 episódios) de um dos arcos do mangá, Book of Circus. Sinceramente, não esperava menos do episódio. Performances incríveis do meu Sebby-chan, seus olhos demoníacos me seduzindo, e mais chatices do lindo do Ciel. Espero que lancem mais ep's, vai ficar muito chato apenas dez :p 

 ~ Fiquei sabendo esses dias que minha DIVA Grell Sutcliff não estará nessa temporada :(( E o brilho? O glamour? A ousadia? Fica por conta de quem? 

5. Sword Art Online II : Phantom Bullet


1º Ep bem leve e eu achei sem muita expressão. Tem um novo jogo o GGO online e, pelo visto, Kirito vai se meter em mais alguma confusão e em novos mistérios. Soube que o avatar dele no GGO vai ser uma menina ( hmm... ) Já gostei hahaha



Eu felizinha da vida assistindo os episodios. ( David Luiz seu lindo *-*)
Vamos esquecer as derrotas e comemorar! Afinal, nossas vidas continuam na mesma, não é?! 
Esses animes vão fazer minha alegria em julho! Nunca vi uma temporada para ter fanservice e Yaoi como essa, plz ♥ Estou contemplada!



sexta-feira, 11 de julho de 2014

- " Sobre ideias..."


Certas coisas fluem e, simplesmente, temos que aceitar. Querendo ou não. 
Hoje, em uma discussão entre colegas, fiquei totalmente disforme. Era apenas uma reunião para discutir sobre um trabalho, relacionado à "Juventude e religião", porém como tudo que envolve religião vira polêmica, acabou gerando certa discussão de ideias, onde, a única que divergia num grupo de 6 pessoas, era a minha.

Já disse aqui e aqui, que eu tenho diversas dúvidas sobre minhas relações com a figura de "Deus"... Eu, realmente, não sou uma pessoa de fé. Às vezes eu penso que ele existe às vezes penso que pode ser que não, ou, ele pode ser totalmente diferente do 'Deus Cristão' que todos conhecem. O meu problema é... Na maioria das vezes que eu tento explicar minha dúvida para alguém, a maioria das pessoas pensam que eu sou ateísta. Eu acho que o senso comum pensa é que, quando uma pessoa não tem uma ideia de Deus como aquele cristão, bondoso, que te dá graças e 'intercede' por você, ela precisa mudar e se adequar ao que todos pensam. Deve ser por que aqui no Brasil a maioria foi criada sobre esses conceitos, e, para desconstruir a concepção que só existe a 'ideia do Deus cristão’, é um pouco difícil. 

Quando eu tentei explicar aos meus colegas que podem existir outras ideias - digo,  panteísmo, deísmo, pandeísmo, entre outros - olharam-me como se.. Não sei dizer. Podem não ter me julgado ali, no momento, mas em seus pensamentos com certeza, sim. Quando eu disse que não acreditava na Bíblia então... Prefiro nem comentar. Sei lá... Eu acredito que, se eu não consigo crer em algo, e tenho pensamentos divergentes, podem até 'respeitar', mas parece que eles não conseguem entender o porquê eu penso daquela forma. Não existe só uma única verdade, existem "verdades". Entendo que elas acreditam em Deus e o cultuam em seu 'dia-a-dia', afinal, é uma questão de fé e cada um tem a sua, é algo que não deve ser discutido, é a liberdade de cada um. Porém, quando se é criado sempre em uma família cristã, parece que só aquilo existe e nada mais é válido. Na minha opinião, toda forma de pensamento é valida, se temos um 'livre-arbítrio', posso pensar e cultuar o que eu quiser, e devo ser respeitada por isso. Mesmo que essa ideia pareça totalmente absurda para você. Eu acho tolice acreditar em demônios, espíritos malignos (um do temas da discussão também), mas se você acredita, problema seu.  Creio que o ser humano já tem sua malícia e não precisa de influências "do além" para praticar o mal. 

O mundo é diverso demais, eu,sempre que encontro textos sobre religião, humanidade, e esse tipo de assunto, gosto de ler, me informar... É sempre bom sair da nossa caixinha e tentar entender o mundo do outro. Posso não acreditar, pois tenho minhas próprias concepções, mas tento compreender e respeitar. Minhas ideias não são melhores nem piores do que as de ninguém. Afinal, parece que buscamos sempre as mesmas coisas, só que, com diversos tipos de respostas.

---- x 
Esse final de semana trarei o post sobre os animes que vou acompanhar ♥ Estou tão emocionada! *-*

segunda-feira, 7 de julho de 2014

-* "Sempre igual..."


Mas é tão estranho
- Me sinto tão estranho
Estar aqui não é mais o mesmo
Escutar as mesmas vozes
Andar as mesmas léguas
Estudar os mesmos passos
- É tudo sempre igual
Nada está mais tão bem
Tão cômodo
Tão cheio dos antigos sorrisos
 - felizes? talvez.
Não sei mais onde é meu lugar
E nem sei onde procurar
Queria estar por aí
Onde não mais me sinta mal
Onde eu possa estar,
Sem meu coração saltitar
E pedir para fugir.

---- x ----


Sentimentos? Estranhos. Mas, de mim, tudo que eu tinha pra falar, já tá ai em cima :)
Bom, tive um surto esses dias com "DAMES" ( David Luiz x James) e Lançamentos de DRAMAtical Murder e Free! Eternal Summer, então, é demais pra mim... A escola voltou... PORÉM...... Quando todos os animes que vou acompanhar lançarem, farei um post bem bacana falando sobre o que achei de cada um *-* A emoção é demais, preciso descarregar de uma vez só!! *u*



sábado, 5 de julho de 2014

- Curiosidades sobre a lua
















Eu adoro a lua, tem algo de misterioso e mágico que nos "puxa" pra ela. Tanto que, pus o nome do blog de GoldenMoon (Lua dourada.)... Então, nada melhor do que postar algumas curiosidades do satélite natura do nosso planetinha né! :*
  • Ela não tem brilho próprio. A luz que vemos nela é a do Sol, refletida na superfície lunar.
  •  Dependendo de sua posição no espaço, temos diferentes aspectos, que são conhecidos como fases da Lua. Quando apenas a face da Lua voltada para o Sol é iluminada, temos a lua nova. Sete dias depois, vem a quarto crescente. Quando o Sol bate de frente e ilumina a face da Lua voltada para a Terra, chegamos à lua cheia. Após uma semana, aparece a quarto minguante.
  • Sua luz demora 1,25 segundo para chegar à Terra.
  •  Ao redor da Terra, a Lua faz o movimento de translação, que dura 27 dias, 7 horas e 43 minutos. O movimentos de rotação (em volta dela mesma) duram o mesmo tempo. ( É por isso que vemos somente uma de suas faces.)
  • O diâmetro médio da Lua é de 3.476 km.
  •  A Lua tem 4,5 bilhões de anos de idade.
  • Ela está a 385 mil quilômetros da Terra. De carro, esse percurso demoraria 130 dias para ser concluído. De foguete, 13 horas. E, à velocidade da luz, 1 segundo e meio.
  • A Lua influencia nas marés: Com a sua força gravitacional, a Lua “puxa” os oceanos em sua direção. Essa força tem a ver com a massa dos corpos e a distância entre eles. Quanto maior e mais perto, maior a força. O Sol também afeta as marés, mas menos, já que está mais longe da Terra do que a Lua. As marés mais altas ocorrem quando Sol e Lua estão do mesmo lado da Terra, somando as suas forças.

Fonte: http://www.guiadoscuriosos.com.br/categorias/2910/1/astros-e-estrelas.html
http://circuscircus.com.br/blog/10-curiosidades-sobre-a-lua/

♥ Um astro tão lindo que, aos pouquinhos, está se afastando de nós...  :(




quarta-feira, 2 de julho de 2014

- "Das minhas cinzas, do pó, eu retornei..."












Das minhas cinzas, do pó. Eu retornei. Das costuras mal curadas, dos longos suspiros. Estou na ponta, margeando a glória. Estou sorrindo. Sorriem meus olhos, meus lábios, todo o meu corpo. Transborda. Do pó, eu retornei. Meus pés estão acima do azul, celeste azul. Não sou daqui, vim de qualquer lugar. Estou em todos os lugares. Infectando-os com minhas alegrias, com meu eu; ser sem destino. Agora, posso ter o que eu quiser; ser o que quiser. Não mais tuas palavras me condenam,afetam-me ou traem meus sentidos. Não estou mais todo a ouvidos. Do pó, eu revivi. Meus caminhos eram perversos. Queimei-me em meio os sortilégios daqueles que me castigavam. Mas, hoje eles se curvam; se curvam a minha coragem, admiração. Entretanto, eu os rejeito. Pois, eu ganhei novos olhos, novos sentidos, maior graça que poderia ter.
Das minhas cinzas, do pó, eu sempre regressarei.
A força sempre esteve escondida em algum lugar. Detentora de um poder infinito, que nos preservam durante toda nossa jornada. Capaz até de ultrapassar os piores inimigos. A força, a vontade, a necessidade de viver. 

----- x -----
Daqui a pouco o blog vai completar um ano... Quando comecei, não sabia muito bem o que postar, mas, com o passar dos dias, alguns fatos da minha vida, deixaram-me com vontade de escrever... escrever... Apenas para poder desabafar... E, aqui, foi o melhor lugar que encontrei para me refugiar... :)

O estranho

Todas as noites Uma névoa de letras E palavras soltas Entre nós e caminhos Feitos e desfeitos Debatem entre si E nesta pe...