terça-feira, 29 de outubro de 2013

Flores, amizades, a falta que faz.


:')

Isso tudo é muito pessoal. E profundo.

Sabe, os sorrisos, as histórias, os planos nunca realizados. Sim? 
Então. Faz falta.
Nós éramos as flores solitárias alegres,
Exalávamos os nossos sonhos. 
Dividíamos nossas alegrias e,
Nossos tempos de tristeza.
Flores no verão, as mais contentes
Flores no inverno, as mais companheiras.
Porém, hoje estou totalmente sozinha.
Minha flor amiga deixou-me aos prantos. 
Aos poucos, com minhas pétalas caindo.
Agora, Sou apenas uma flor.
Uma flor solitária
Sem sorrisos, sem planos, 
apenas com nossas antigas histórias.
Apenas esperando para revivê-las....




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Linguagem do corpo

Os olhos voltados pra cima A boca seca Os lábios trêmulos  Os dedos que se fecham Meu corpo denuncia O que a palavra não r...